spot_imgspot_img

TDAH: Como o Problema Pode Ir da Infância Até a Vida Adulta

TDAH: Como o Problema Pode Ir da Infância Até a Vida Adulta – O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – ou TDAH, como é conhecido popularmente – consiste uma alteração neurobiológica, de causas genéticas, que manifesta-se durante a infância e pode acompanhar o paciente por toda sua vida.

tdah-como-o-problema-pode-ir-da-infancia-ate-a-vida-adulta

TDAH: Como o Problema Pode Ir da Infância Até a Vida Adulta

Mas… quais serão os efeitos do TDAH na vida adulta? Será que há um tratamento específico de cura ou melhora de qualidade de vida? Continue lendo este artigo e tire suas dúvidas a respeito da progressão do TDAH ao longo da vida de uma criança.

O que é TDAH?

O TDAH é um transtorno de origem neurobiológica, ou seja, atinge o sistema nervoso do paciente e a regulação de seus comportamentos. O distúrbio caracteriza-se pela combinação de sintomas como a desatenção, a hiperatividade e a impulsividade.

Esse transtorno é mais comum entre crianças e adolescentes, afetando de 3 a 5% deste grupo.

Algumas pessoas podem não ter sido diagnosticadas com TDAH durante a infância, então descobrem o transtorno durante a adolescência ou já na vida adulta. O atraso no diagnóstico gera impactos que poderiam ser evitados com o correto tratamento na infância.

Adultos e adolescentes que tem TDAH podem apresentar comportamentos de risco, gerando problemas emocionais e de baixa autoestima. Por essa razão, é necessário ficar atento aos possíveis sintomas e, após o diagnóstico correto, oferecer a ajuda necessária, garantindo que essa pessoa aprenda a controlar o distúrbio e seu comportamento, evitando problemas escolares, acadêmicos, profissionais e sociais.

TDAH – Causas e Sintomas

O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade é um dos distúrbios mais estudados do mundo; porém, ainda existem algumas questões em torno da sua origem. O TDAH é considerado como um transtorno heterogêneo e dimensional, ou seja, pode se manifestar de inúmeras formas; seus sintomas se combinam nos mais variados graus de intensidade.

Os fatores que mais podem influenciar no desenvolvimento do TDAH são os genéticos, ambientais, e qualquer anormalidade cerebral no córtex pré-frontal, cerebelo, núcleos da base, entre outros.

Os sintomas mais comuns voltados à desatenção incluem:

  • Dificuldade para manter a concentração;
  • Não escutar quando lhe dirigem a palavra;
  • Dificuldade de organização;
  • Perder objetos necessários às tarefas;
  • Ser facilmente distraído por algum estímulo exterior.

Já em casos de hiperatividade e impulsividade, os sintomas mais comuns são:

  • Batucar com as mãos e os pés, ou se contorcer na cadeira;
  • Ser incapaz de brincar ou se envolver em atividades de lazer;
  • Não conseguir ou sentir-se desconfortável em ficar parado durante muito tempo, em restaurantes ou reuniões, por exemplo;
  • Ter dificuldade de esperar a sua vez;
  • Falar demais;
  • Insonia.

TDAH – Esse Problema Existe Cura ou Tratamento?

É importante ressaltar que o TDAH não caracteriza-se como uma doença, e sim como um distúrbio; portanto, não existe uma cura para ele, mas existem tratamentos eficazes que proporcionam uma melhor qualidade de vida aos pacientes.

O tratamento do TDAH deve ser multimodal, ou seja, uma combinação de técnicas específicas de controle do distúrbio aliadas aos medicamentos. Consulte seu neuropediatra de confiança: ele poderá indicar a abordagem terapêutica mais adequada para o seu caso.

O Med9https://www.abctudo.com.br/
Tudo sobre Medicina. De uma forma fácil, prática e bem humorada! chega das chatices técnicas que todos os médicos na Internet usam!

Troca de Informações

Conteúdo Relacionado

Fique em Contato

140FãsCurtir
1,300SeguidoresSeguir

Últimos Artigos